A filosofia Lean, muito conhecida no meio industrial, difundida pelo Sistema Toyota de Produção traz muitos ganhos através da sua aplicação, independente do seguimento e mercado de atuação.

O momento de crise impõe uma necessidade urgente de melhores resultados no desempenho das empresas por um simples motivo que é de sobrevivência. Quando os resultados estão surfando uma onda positiva, ganhos fáceis, mercado consumindo cada vez mais o seu produto e serviço, naturalmente as companhias não param para analisar desperdícios que ocorrem em seu processo, afinal, os lucros estão de vento em polpa.

As empresas que se antecipam a crise, até mesmo criando uma crise interna, estão mais preparadas e consequentemente, tem mais condições de gerar margens lucro maiores com planejamento de longo prazo previsível. Investidores hold and buy tem preferência por este tipo de empresa, devido a sua segurança, mas claro, há diversos outros fatores a serem analisados.

Mas a pergunta é, de onde vem a ideia de se criar uma crise?

O livro “A mentalidade enxuta nas empresas – Lean thinking escrito por Jones e Womack identifica 5 etapas primárias para a aplicação do Lean, que são:

  1. Encontre um agente de mudança: Agente responsável pela a aplicação da filosofia Lean;
  2. Encontre um Sensei: Pessoa que orientará o agente de mudança no processo de aplicação da filosofia Lean;
  3. Aproveite (ou crie) uma crise para motivar a ação na empresa: É o momento de aplicar o o Lean. Lembrando que quem se antecipa a uma crise tem melhores resultado com aumento de sobrevivência no longo prazo;
  4. Mapeie o fluxo completo de valor de todas as famílias de produtos: Mapa dos processos que agregam valor ao produto.
  5. Escolha algo importante e comece removendo rapidamente os desperdícios: Eliminar espera, estoque, movimentação, transporte, superprodução, defeitos e superprocessamento.

Criar uma crise tem um poder muito grande e certamente é um fator que separa as grandes empresas das pequenas.

Por fim, a aplicação da Filosofia Lean pode resultar em grandes transformações e benefícios para a empresa. Ganhos tais como:

  • Redução de Lead Time de 30% a 80%;
  • Gestão dos estoques 30% a 80%;
  • Gestão nas negociações e prazo de 98 a 99% de atingimento;
  • Redução de espaço de 30% a 50%;
  • Aumento da produtividade de 10% a 60%;
  • Reduções de custos de 10% a 30%;
  • Melhoria sensível da qualidade;

Cabe a gestão estratégica da companhia entender a importância da Filosofia Lean e transformá-la como uma cultura de melhoria contínua. Pois atualmente não se pode perder tempo, pois as transformações são rápidas.

Ajude a divulgar nosso trabalho aos teus amigos: Um site direcionado em contribuir no conhecimento do público universitário e empresários. Temos conteúdo é gratuito.

Material desenvolvido por:

Carlos Rafael Arnou

  • Consultor parceiro da Gecompany – especialista em custo fabril, Pós graduado em Lean Manufacturing – FAAP – SJC

 

Compartilhe nas Redes Sociais