(BNDES) O presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, Luciano Coutinho, e o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, assinaram nesta sexta-feira, dia 19, em Washington (EUA), contrato de financiamento de US$ 1 bilhão para investimentos na expansão e modernização de micro, pequenas e médias empresas do setor produtivo brasileiro.

Trata-se da segunda etapa da Linha de Crédito Condicional (CCLIP) aprovada em 2004, no valor de US$ 3 bilhões, destinada ao financiamento do Programa BNDES de Crédito Multissetorial de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Essa linha de crédito permite ao BNDES usar os recursos em três operações sucessivas de até US$ 1 bilhão cada uma, em um prazo total de até nove anos. Os fundos locais de contrapartida totalizam US$ 3 bilhões.

Os recursos poderão ser desembolsados pelo BID em reais e o BNDES poderá optar pela amortização total ou parcial do empréstimo em reais. A concessão de empréstimo em moeda local do Brasil (real) constitui uma inovação em termos de desembolso de financiamentos do BID e permite melhores condições de planejamento financeiro diante de possíveis variações cambiais.

O empréstimo, garantido pela União, permitirá o financiamento de médio e longo prazos de projetos de investimento que contribuirão para ampliar a competitividade das empresas brasileiras. O prazo de amortização é de 20 anos, com período de carência de até quatro anos, e acompanha a estratégia do BID, acordada com as autoridades brasileiras no âmbito do Plano Econômico 2004-2007, de contribuir para o crescimento sustentável da economia com inclusão social.

“O BNDES é o nosso maior e mais importante cliente e estamos muito entusiasmados com o trabalho que temos realizado juntos. O apoio às micro, pequenas e médias empresas é crítico para o BID”, disse Moreno.

A primeira operação, de US$ 1 bilhão, contratada em setembro de 2005 e desembolsada em 2005 e 2006, juntamente com a contrapartida local, permitiu a realização de 31.755 financiamentos, no valor médio de US$ 54 mil, sendo 78% desses financiamentos destinados a micro e pequenas empresas.

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, informou, durante a cerimônia de assinatura, que pretende realizar o próximo contrato de US$ 1 bilhão até o final de 2008 e, para isso, já iniciou os procedimentos necessários para a aprovação da terceira parcela da CCLIP.

Segundo Coutinho, o BNDES pretende utilizar esses recursos para melhorar o acesso ao crédito de micro, pequenas e médias empresas de regiões menos desenvolvidas do Brasil, particularmente do Nordeste. “Temos certeza de que os recursos serão desembolsados com qualidade e velocidade”, afirmou.

O BNDES realiza grande parcela de suas operações sob a modalidade indireta, através de agentes financeiros nacionais. Desde 1995, o BID vem apoiando, com êxito, cinco programas multissetoriais de crédito com o BNDES, desembolsando total de US$ 4,5 bilhões, que, em conjunto com os recursos de contrapartida do BNDES, financiaram mais de 150 mil empresas do setor produtivo nacional.

acesse o link do BNDES

https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/imprensa/noticias/conteudo/20071019_not243_07

Estamos a disposição para ajudá-lo a administrar a tua empresa, entre em contato com a Gecompany.

CONTROLADORIA ESTRATÉGICA E OPERACIONAL

 

Compartilhe nas Redes Sociais